Classificação final do PSS 2018-2 para Professor, Professor Pedagogo, Professor Guia-Intérprete e Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS)

classificados pss 2018
A lista de classificados 2018/2 conta com mais de 79.000 nomes para diversas cidades e cargos.

A Secretaria de Estado da Educação resolve tornar público a classificação final do PSS, regulamentado pelo Edtial nº 34/2018 – GS/SEED, de 18 de junho de 2018, destinado a selecionar profissionais para contratações temporárias com a finalidade de exercerem as funções de Professor, Professor Pedagogo, Professor Guia-intérprete e Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS)

PSS JULHO 2018 – ETAPA 01 – PROFESSOR DAS DISCIPLINAS DOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL, ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) – Ed. 34/2018

Veja o documento oficial com todos os nomes, núcleo, município, função, classificação, pontuação no link:

>> http://www.educacao.pr.gov.br/arquivos/File/pss/2018/pss_julho_2018/classificacaofinal_pss2018.pdf

Editais do PSS julho 2018

Professor, Professor Pedagogo, Professor Guia-Intérprete e Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Tils):
Edital nº 44/2018 – GS/Seed – Divulga a classificação provisória do processo seletivo simplificado regulamentado pelo Edital nº 34/2018.
Edital nº 34/2018 – GS/Seed – Estabelece instruções destinadas à realização de processo seletivo simplificado – PSS, visando a contratações temporárias para exercere as funções de Professor, Professor Pedagogo, Professor Guia-Intérprete e Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Tils).

Situação dos PSS da Educação Especial é discutida em reunião com sindicato

Secretaria Estadual de Educação do Paraná; Reunião com a Secretária Lucia Cortes e representantes do Sindicato dos Professores. 09-07-18. Foto: Hedeson Alves

A secretária da Educação, Lucia Cortez, recebeu nesta segunda-feira (09) representantes dos sindicatos dos professores para discutir a pauta de reivindicações da categoria.

Durante a reunião foi esclarecida a situação dos profissionais do Processo Seletivo Simplificado (PSS) atuando em escolas de educação especial administradas por organizações da sociedade civil, em sua maioria, Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs). Eles continuarão realizando suas atividades normalmente até o final de julho, quando encerra a vigência das parcerias atuais com a Secretaria da Educação do Paraná (SEED).

A partir de agosto, com a vigência dos novos termos de colaboração entre a Secretaria e estas organizações, os repasses realizados serão estritamente financeiros e não mais de pessoal. Caberá a estas entidades parceiras fazer a própria contratação de professores e funcionários para atendimento de seus alunos, podendo, inclusive, contratar os mesmos profissionais que já atuavam nos estabelecimentos de ensino, de acordo com os critérios da direção da mantenedora.

Os profissionais do PSS que não forem chamados pelas organizações permanecem no cadastro de reserva da Secretaria, podendo ser contratados para trabalhar em escolas da rede estadual de ensino até o dia 31 de dezembro deste ano, conforme a demanda.

A mudança se dá devido à necessidade de seguir à legislação vigente quanto ao PSS, que, conforme orientação da Procuradoria Geral do Estado (PGE), deve ser utilizado somente em situações de excepcional interesse no serviço público, o que não é caso dos estabelecimentos de ensino mantidos por organizações da sociedade civil, capazes de realizar contratos de trabalho de acordo com a legislação trabalhista. Quando a parceria entre a Secretaria e as organizações foi renovada em 2017, a opção de receber somente repasses financeiros já estava disponível, conforme solicitação das mesmas.

O sindicato também solicitou que sejam revisados os critérios de distribuição de aulas estabelecidos pela Resolução n.º 15/2018 – GS/SEED e que sejam abonadas as faltas de professores que se ausentaram para participar em manifestações. Ambos pedidos serão encaminhados pela SEED ao Governo do Estado para análise.

Quais cursos o professor de educação especial deve fazer para o PSS-PR? Saiba mais sobre o Aperfeiçoamento Professional

Abaixo estão listados os cursos exigidos para pontuação e classificação para cargos da educação especial da SEED-PR, para o PSS. Os cursos de aperfeiçoamento profissional devem ter certificado de Formação Continuada emitido por instituição (IES) devidamente credenciada.

O recomendado é realizar cursos de extensão universitária, já que esse tipo de certificação é emitida por uma faculdade credenciada no MEC.

Confira abaixo os cargos e cursos recomendados

EDUCAÇÃO ESPECIAL – PROFESSOR PAC, PROFESSOR PAEE E PROFESSOR GUIAINTÉRPRETE

Professor PAC (Deficiência física e neuromotora), Professor PAEE (Transtorno do espectro autista) e Professor Guia-intérprete.

APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

Curso de Comunicação Alternativa – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 24h.

Curso de Tecnologia Assistiva – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, com as IES, por instituições organizadoras credenciadas com IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 20h.

Curso de Transtornos Globais do Desenvolvimento – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 24h.

Curso de Braille e Libras (para atuar em CAEE – Surdocegueira) – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 20h Braille e 40h Libras.

Curso de Guia-Intérprete – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 80h

EDUCAÇÃO ESPECIAL – PROFESSOR DE SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS (EXCETO VISUAL E SURDEZ) E CAEE-SURDOCEGUEIRA

Funções para inscrição: AH/S (Altas Habilidades/Superdotação); DI/DFN/TGD/TFN (Deficiência Intelectual – Deficiência Física Neuromotora – Transtornos Globais do Desenvolvimento – Transtornos Funcionais Específicos) e CAEE- Surdocegueira

APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

Curso de Comunicação Alternativa – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 24h.

Curso de Tecnologia Assistiva – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 20h.

Curso de Transtornos Globais do Desenvolvimento – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 24h.

Curso de Altas Habilidades/Superdotação – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 40h.

Curso de Braille e Sorobã – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, por instituições organizadoras credenciadas com IES, pelas IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 20h Braille e 20h Sorobã.

Curso de orientação e mobilidade – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 20h.

Curso de Libras (CAE-Surdocegueira) – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 40h.

Curso em Deficiência Intelectual – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 anos com carga horária mínima de 16h.

EDUCAÇÃO ESPECIAL – PROFESSOR DE SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DEFICIÊNCIA VISUAL (SRM – DV) E CAEEE NATALIE BARRAGA (Curitiba)

Funções e locais para inscrição: SRM – DV E CAEE NATALIE BARRAGA

Curso de Braille diferente do utilizado como requisito de escolaridade – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 (cinco) anos com carga horária mínima de 20h.

Curso de Sorobã diferente do utilizado como requisito de escolaridade – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 (cinco) anos com carga horária mínima de 20h.

Curso de orientação e mobilidade (área visual) diferente do utilizado como requisito de escolaridade – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 (cinco) anos com carga horária mínima de 20h.

Curso de Tecnologia Assistiva diferente do utilizado como requisito de escolaridade – Certificado ou Declaração de Conclusão de curso emitido pela SEED, pelas IES, por instituições organizadoras credenciadas com as IES, ou outras secretarias, nos últimos 5 (cinco) anos com carga horária mínima de 20h.

Onde fazer cursos na área de educação especial válidos para o PSS?

Recomendamos o Instituto Itard, um site de cursos online que oferece vários cursos na área de educação especial como extensão universitária, com certificação emitida por uma IES, credenciada no MEC, válido portanto para pontuação no PSS.

Visite: www.institutoitard.com.br

Atribuições da função de Professor Guia-intérprete – PSS Paraná

Cargo de Professor Guia-intérprete

Mediar situações de comunicação entre estudantes surdocegos/surdocegos plus, que apresentam cegueira, para a avaliação dos professores das disciplinas; mediar os registros dos conteúdos apresentados e desenvolvidos em sala de aula, bem como informações e recados pertinentes ao contexto educacional, seja em Braille ou em tinta, contribuindo com o processo de comunicação, ensino e aprendizagem dos estudantes com surdocegueira/surdocegueira plus que apresentam cegueira; realizar a leitura de textos e a descrição oral de imagens contidas nos recursos pedagógicos e tecnológicos disponibilizados durante as aulas e nas avaliações; traduzir, de forma fidedigna, as opiniões e reflexões expressas pelos estudantes com surdocegueira/surdocegueira plus, contribuindo com sua comunicação e expressão; conhecer previamente os temas a serem trabalhados pelo professor, evitando a improvisação e proporcionando maior qualidade nas informações transmitidas; cumprir integralmente a carga horária designada para sua função; mediar a comunicação para os estudantes surdocegos/surdocegos plus em todas as atividades escolares durante o ano letivo; participar das atividades pedagógicas que envolvem o coletivo da escola (reuniões pedagógicas, conselhos de classe, atividades festivas, entre outros).

É necessário possuir cadastro no Sistema PSS para realizar a inscrição. O cadastro pode ser realizado a qualquer tempo, no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br. Depois, aguarde a data de início das inscrições.

Carga horária de Professor Guia-intérprete no PSS-SEED-PR

Professor e Pedagogo: até 40 (quarenta) horas semanais.
Professor de Apoio à Comunicação Alternativa (PAC), Professor de Apoio
Educacional Especializado (PAEE), Professor Guia-Intérprete e Tradutor e
Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS): até 25 (vinte e cinco) ou até 50
(cinquenta) horas-aula semanais.

Salário cargo de Professor Guia-intérprete no PSS-SEED-PR

O salário será equivalente ao valor determinado pela Comissão de Política Salarial, amparado no disposto no Art. 8.º, alínea II da Lei Complementar n.º 108, de 2005:
Nível superior (LP): R$13,63 (treze reais e sessenta e três centavos) por hora, para detentores de curso superior completo;
Licenciatura curta (LC): R$ 11,79 (onze reais e setenta e nove centavos) por hora, para detentores de curso superior com licenciatura curta;
Acadêmicos (SL): R$ 11,01 (onze reais e um centavo) por hora, para acadêmicos de primeira graduação e detentores de ensino médio.
Auxílio-transporte de R$ 4,58 (quatro reais e cinquenta e oito centavos) por hora, para todos os vencimentos.

Veja mais informações sobre o cargo de Professor Guia-intérprete  no EDITAL N.º 34/2018 – GS/SEED

Atribuições da função de Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS) – PSS Paraná

Cargo de Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS)

Realizar a tradução e interpretação das duas línguas: Libras e Língua Portuguesa de maneira simultânea ou consecutiva no ambiente escolar; mediar situações de comunicação entre surdos e demais membros da comunidade escolar; cumprir os dias letivos previstos no calendário escolar; comparecer, quando convocado, às atividades não previstas no calendário escolar; submeter-se, assim como os demais profissionais, aos direitos e deveres previstos no regimento da escola.

É necessário possuir cadastro no Sistema PSS para realizar a inscrição. O cadastro pode ser realizado a qualquer tempo, no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br. Depois, aguarde a data de início das inscrições.

Carga horária de Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS) no PSS-SEED-PR

Professor e Pedagogo: até 40 (quarenta) horas semanais.
Professor de Apoio à Comunicação Alternativa (PAC), Professor de Apoio
Educacional Especializado (PAEE), Professor Guia-Intérprete e Tradutor e
Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS): até 25 (vinte e cinco) ou até 50
(cinquenta) horas-aula semanais.

Salário cargo de Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS) no PSS-SEED-PR

O salário será equivalente ao valor determinado pela Comissão de Política Salarial, amparado no disposto no Art. 8.º, alínea II da Lei Complementar n.º 108, de 2005:
Nível superior (LP): R$13,63 (treze reais e sessenta e três centavos) por hora, para detentores de curso superior completo;
Licenciatura curta (LC): R$ 11,79 (onze reais e setenta e nove centavos) por hora, para detentores de curso superior com licenciatura curta;
Acadêmicos (SL): R$ 11,01 (onze reais e um centavo) por hora, para acadêmicos de primeira graduação e detentores de ensino médio.
Auxílio-transporte de R$ 4,58 (quatro reais e cinquenta e oito centavos) por hora, para todos os vencimentos.

Veja mais informações sobre o cargo de Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS) no EDITAL N.º 34/2018 – GS/SEED

Atribuições da função de professor pedagogo – PSS Paraná

Cargo de Professor Pedagogo para o PSS-SEED-PR

Desenvolver e aplicar atividades de Suporte Pedagógico voltadas ao planejamento e à administração, supervisão e orientação educacional, tais como: coordenar a elaboração e execução da proposta pedagógica da escola; administrar o pessoal e os recursos materiais e financeiros da escola, tendo em vista o atingimento de seus objetivos pedagógicos; assegurar o cumprimento dos dias letivos e horas estabelecidas; cumprir os dias letivos previstos no calendário escolar; comparecer, quando convocado, às atividades não previstas no calendário escolar; zelar pelo cumprimento do plano de trabalho dos docentes; prover meios para a recuperação dos alunos de menor rendimento; promover a articulação com as famílias e a comunidade, criando processos de integração da sociedade com a escola; informar aos pais ou responsáveis sobre a frequência e o rendimento dos alunos, bem como sobre a execução da proposta pedagógica da escola; coordenar, no âmbito da escola, as atividades de planejamento, avaliação e desenvolvimento profissional; acompanhar e orientar o processo de desenvolvimento dos estudantes, em colaboração com os docentes e as famílias; elaborar estudos, levantamentos qualitativos e quantitativos indispensáveis ao desenvolvimento do sistema ou da rede de ensino ou da escola; elaborar, implementar, acompanhar e avaliar planos, programas e projetos voltados para o desenvolvimento do sistema e/ou da rede de ensino e/ou da escola em relação a aspectos pedagógicos, administrativos, financeiros, de pessoal e de recursos materiais; coordenar a organização espaço-tempo escolar a partir do Projeto Político-Pedagógico e da Proposta Pedagógica Curricular da Escola, contribuindo na elaboração do calendário letivo, na formação de turmas, na definição e distribuição do horário semanal de aulas, disciplinas e hora-atividade e no preenchimento do Livro de Registro de Classe, de acordo com as Instruções Normativas da SEED; acompanhar e supervisionar o funcionamento das escolas, zelando pelo cumprimento da legislação, normas educacionais e padrão de qualidade de ensino.

Identificar e acompanhar o processo de aprendizagem dos estudantes do Atendimento Educacional Especializado – AEE; acompanhar e orientar os professores que atuam no AEE; acompanhar e orientar os professores das disciplinas que atuam com estudantes da educação especial nas salas de aula do ensino comum. Professor Pedagogo nas Escolas Especializadas e nos Centros de Atendimento Educacional Especializado e Professor Pedagogo na Educação Especial, além das atribuições descritas acima, deverá seguir orientação própria determinada pelo Departamento de Educação Especial – DEE/SEED.

É necessário possuir cadastro no Sistema PSS para realizar a inscrição. O cadastro pode ser realizado a qualquer tempo, no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br. Depois, aguarde a data de início das inscrições.

Carga horária de Professor Pedagogo no PSS-SEED-PR

Professor e Pedagogo: até 40 (quarenta) horas semanais.
Professor de Apoio à Comunicação Alternativa (PAC), Professor de Apoio
Educacional Especializado (PAEE), Professor Guia-Intérprete e Tradutor e
Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS): até 25 (vinte e cinco) ou até 50
(cinquenta) horas-aula semanais.

Salário cargo de Professor Pedagogo no PSS-SEED-PR

O salário será equivalente ao valor determinado pela Comissão de Política Salarial, amparado no disposto no Art. 8.º, alínea II da Lei Complementar n.º 108, de 2005:
Nível superior (LP): R$13,63 (treze reais e sessenta e três centavos) por hora, para detentores de curso superior completo;
Licenciatura curta (LC): R$ 11,79 (onze reais e setenta e nove centavos) por hora, para detentores de curso superior com licenciatura curta;
Acadêmicos (SL): R$ 11,01 (onze reais e um centavo) por hora, para acadêmicos de primeira graduação e detentores de ensino médio.
Auxílio-transporte de R$ 4,58 (quatro reais e cinquenta e oito centavos) por hora, para todos os vencimentos.

Veja mais informações sobre o cargo de Professor Pedagogo no EDITAL N.º 34/2018 – GS/SEED

Atribuições da função de professor – PSS Paraná

Cargo de Professor para o PSS-SEED-PR

Participar da elaboração da proposta pedagógica da escola; elaborar e cumprir plano de trabalho segundo a proposta pedagógica da escola; zelar pela aprendizagem dos alunos; estabelecer e implementar estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento; ministrar as aulas e cumprir as horas-atividade estabelecidas; cumprir os dias letivos previstos no calendário escolar; comparecer, quando convocado, às atividades não previstas no calendário escolar; participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional previstos no calendário escolar; colaborar com as atividades de articulação com as famílias e a comunidade; preencher o Livro de Registro de Classe de acordo com as orientações da mantenedora; obedecer aos preceitos vigentes na Constituição Federal, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, no Estatuto da Criança e do Adolescente e na Legislação Estadual; desempenhar as demais tarefas indispensáveis ao atingimento dos fins educacionais da escola e do processo ensino-aprendizagem. Professor de Apoio à Comunicação Alternativa (PAC), Professor de Apoio Educacional Especializado (PAEE), Professor Bilíngue Libras-Língua Portuguesa, Professor de Atendimento Pedagógico Domiciliar do Serviço de Atendimento à Rede de Escolarização Hospitalar (SAREH), além das atribuições descritas acima, deverão seguir orientação própria determinada pelo Departamento de Educação Especial – DEE/SEED.

É necessário possuir cadastro no Sistema PSS para realizar a inscrição. O cadastro pode ser realizado a qualquer tempo, no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br. Depois, aguarde a data de início das inscrições.

Carga horária de Professor no PSS-SEED-PR

Professor e Pedagogo: até 40 (quarenta) horas semanais.
Professor de Apoio à Comunicação Alternativa (PAC), Professor de Apoio
Educacional Especializado (PAEE), Professor Guia-Intérprete e Tradutor e
Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS): até 25 (vinte e cinco) ou até 50
(cinquenta) horas-aula semanais.

Salário cargo de Professor no PSS-SEED-PR

O salário será equivalente ao valor determinado pela Comissão de Política Salarial, amparado no disposto no Art. 8.º, alínea II da Lei Complementar n.º 108, de 2005:
Nível superior (LP): R$13,63 (treze reais e sessenta e três centavos) por hora, para detentores de curso superior completo;
Licenciatura curta (LC): R$ 11,79 (onze reais e setenta e nove centavos) por hora, para detentores de curso superior com licenciatura curta;
Acadêmicos (SL): R$ 11,01 (onze reais e um centavo) por hora, para acadêmicos de primeira graduação e detentores de ensino médio.
Auxílio-transporte de R$ 4,58 (quatro reais e cinquenta e oito centavos) por hora, para todos os vencimentos.

Veja mais informações sobre o cargo de Professor no EDITAL N.º 34/2018 – GS/SEED

Abertura Inscrições PSS 2018 – ETAPA JULHO/2018 – Professor, Professor Pedagogo e Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS)

As listas de classificação compostas por este PSS serão utilizadas somente depois de esgotadas as possibilidades de contratação por meio dos processos regulamentados pelos Editais n.º 72/2017 – GS/SEED e n.º 10/2018 – GS/SEED.

Professor, Professor Pedagogo e Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais (TILS): Edital 034/2018 – GS/SEED

Instruções:

– Educação Especial: Instrução n.º 17/2017 – Sued/Seed – Critérios para contratação de profissionais, pelo Processo Seletivo Simplificado do Paraná – PSS, para atuação no Atendimento Educacional Especializado – AEE, nas escolas da rede pública estadual de ensino.

– Educação Profissional: Instrução nº19/2017 – Sued/Seed -Estabelece critérios para seleção e contratação, em regime especial (Processo Seletivo Simplificado – PSS), de profissionais para atuação nos cursos da Educação Profissional Técnica de Nível Médio e no Curso de Formação de Docentes das instituições da rede pública estadual de ensino do Paraná.
Anexo da Instrução nº19/2017 – Sued/Seed

– Atenção: inscrição para Professor Pedagogo somente na Etapa 08 – Escolas Estaduais Especializadas na Modalidade Educação Especial José Richa e Lucy Requião em Curitiba.

Não haverá inscrição para os cargos de Assistente Administrativo e Auxiliar de Serviços Gerais.

Inscrições PSS – ETAPA JULHO/2018 a partir das 09h de 29/06/2018 – clique aqui

 

Cronograma
FASES INFORMAÇÕES
Cadastro no Sistema PSS É necessário possuir cadastro no Sistema PSS para realizar a inscrição. O cadastro pode ser realizado a qualquer tempo, no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br. Depois, aguarde a data de início das inscrições.
Período de Inscrições Das 09h de 29/06/2018 às 18h de 09/07/2018 no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br.
Taxa de inscrição Não há taxa de inscrição.
Total de inscrições O candidato poderá realizar inscrição em até 2 (dois) municípios de um único NRE e em até 3 (três) funções diferentes, em cada município, desde que possua os requisitos
mínimos exigidos e se houver inscrição disponível.
Para o NRE de Curitiba:
– nas etapas onde há setorização por bairros, as inscrições podem ser feitas para até 2 setores, e, em cada setor, para até 3 disciplinas ou funções.
– Educação Especial e Educação Profissional estarão disponíveis apenas para o setor Curitiba (sem bairros).
– na opção pelo setor Curitiba, será possível escolher mais um setor das etapas setorizadas.
Etapas O Anexo II do Edital nº 34/2018 – GS/SEED apresenta as oportunidades de inscrição, que compreendem a atuação de Professor, Professor Pedagogo e TILS.
Publicação da Classificação Provisória 16/07/2018, após as 16h, no endereço www.educacao.pr.gov.br.
Impressão de Comprovante de Inscrição Estará disponível a partir da publicação da classificação provisória no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br.
Prazo para recursos 17 e 18/07/2018,até as 17h, pessoalmente, no NRE de inscrição.
Classificação Final Será divulgada após a análise dos recursos e publicada no endereço eletrônico www.educacao.pr.gov.br.
Convocação para comprovação de títulos De acordo com a necessidade do NRE, via edital, no endereço eletrônico www.nre.seed.pr.gov.br.
Distribuição de aulas ou vagas A data será fixada em edital, pelo NRE, no endereço eletrônico www.nre.seed.pr.gov.br.
Contratação Para o ano letivo de 2018, em locais onde foram esgotadas as listas de classificação dos editais PSS 2018 72/2017 e 10/2018.

Inscrições PSS – ETAPA JULHO/2018 a partir das 09h de 29/06/2018 – clique aqui

Como funciona o PSS Paraná

O PSS é um processo seletivo simplificado, realizado pela SEED do Paraná, para contratação temporária de professores, pedagogos, intérprete de libras, auxiliares de serviços gerais e assistentes administrativos.

Inscrições: são gratuitas e realizadas somente pela internet

Cargos: Professores, Auxiliar de Serviços Gerais e Assistentes Administrativos

Provas: não há provas escritas, apenas análise de escolaridade, títulos de aperfeiçoamento profissional e tempo de serviço.

Cotas: há reserva de vagas para Pessoa Negra (PN) e Pessoa com Deficiência (PcD)

Como é o Processo seletivo do PSS?

Tal processo é realizado de acordo com as normas estabelecidas por editais, os quais são publicados no site da SEED nesse link.

Destaca-se que o processo consiste em análise de títulos, ou seja, não é realizada prova. A inscrição é feita exclusivamente pela internet gratuitamente. Não existe taxa de inscrição.

O candidato deve possuir escolaridade compatível com o cargo para o qual queira se inscrever. Isto é, se a inscrição é para professor, deve possuir curso superior de licenciatura, se for para assistente administrativo deve possuir ensino médio e assim por diante.

Cada edital indica qual a escolaridade necessária para o cargo pretendido.

Como é a classificação do PSS?

A classificação é gerada de acordo com a pontuação dos candidatos, que é obtida através dos títulos informados no momento da inscrição: escolaridade, tempo de serviço, pós-graduação, etc. O candidato que não comprovar a escolaridade será excluído do processo.

Como é a Contratação do PSS?

Após comprovar os dados da inscrição, o candidato está apto para ser contratado. A contratação será por prazo determinado e poderá ocorrer assim que houver necessidade por parte de um estabelecimento de ensino do Estado.

A contratação é em Regime Especial – CRES, com data de término já determinada, sendo regulamentada pela Lei Complementar nº 108/2005 e pelo Decreto Estadual nº 4.512/2009, disponíveis no endereço eletrônico www.casacivil.pr.gov.br.

Como são os cargos do PSS?

Os candidatos contratados para as funções de assistente administrativo e auxiliar de serviços gerais terão carga horária de 40 horas semanais. Para a função de Professor, a carga horária será de acordo com o número de aulas disponíveis para substuição.

Como funciona a convocação dos candidatos do PSS?

No paraná, os 399 municípios são divididos em 32 núcleos, chamados Núcleos Regionais de Educação – NRE. Estes NRE são responsáveis por convocar os candidatos, por ordem de classificação, para a comprovação dos títulos informados no momento da inscrição.

O NRE poderá convocar candidatos em número superior às vagas existentes, presumindo-se que alguns candidatos podem não comparecer, não comprovar os dados da inscrição ou não aceitar a vaga ofertada.

 

O que é SEED na educação?

SEED é uma sigla para Secretaria Estadual de Educação. Alguns estados brasileiros, como o Paraná, adotaram essa sigla. Já outros estados, como Minas Gerais, adotaram a sigla SEE, com o mesmo significado: Secretaria Estadual de Educação.

A Secretaria Estadual de Educação está subordinada ao Governo Estadual, e este por sua vez ao Governo Federal.

O Secretário Estadual de Educação é o responsável pela direção da SEE ou SEED.

O que faz a Secretaria Estadual de Educação?

As normas e diretrizes federais ais quais a Secretaria Estadual de Educação deve seguir são formuladas pelo Ministério de Educação e Cultura (MEC).

Cabe à Secretaria da Educação executar a política estadual de educação na busca da elevação do patamar de cultura da sociedade, fazendo uma escola pública democrática e de qualidade.

A missão da S.E. é a de assegurar uma educação que garanta o acesso e a permanência com sucesso dos educandos na sala de aula.Todo o trabalho dos profissionais que gerenciam a educação deve estar voltado para esta meta , não só de garantir o acesso de crianças e jovens em idade escolar e de jovens e adultos, como também propiciar condições para o seu desenvolvimento integral.
As ações que norteiam o trabalho dos profissionais que atuam no poder central da Educação no Estado,devem estar voltadas para o funcionamento eficaz das escolas, através dos estímulo ao aperfeiçoamento dos profesores, os recursos materiais necessários ao trabalho do dia-a-dia de alunos, direção e professores,a orientação de todo o fazer pedagógico, incluindo-se os processos de criação políticas de valorização do magistério.
Todas as ações devem estar voltadas para a conquista de uma escola pública de qualidade.

Criar e manter condições para que se realiza com êxito todo o processo ensino/aprendizagem nas unidades escolares da rede estadual deve ser a preocupação inicial do orgão gestor da educação.

Fonte:  http://www.rj.gov.br/web/seeduc/exibeconteudo?article-id=140730